AFRICA & JAPAN

AFRICA & JAPAN
Quando duas culturas se encontram

domingo, 28 de março de 2010

DICIONÁRIO DA MODA

Abada – camisolão largo, comprido com mangas curtas de origem africana. Na Bahia usa-se muito pelos integrantes dos blocos e trios elétricos como se fosse fantasia.

Abotoaduras – peças para fechar punhos de camisas. Possuem haste metálica e travas e uma outra extremidade com enfeites como brasões, esmaltados, pedras ...

Acrílico (poliacrílico) – fibra sintética que pode substituir a lã.

Activewear – expressão da língua inglesa usada quando nos referimos às roupas esportivas, porém o termo sportwear é mais usado.

Anti-fit – roupa sem forma justa

Arrastão – tipo de meia-calça comligamentos muito abertos que parece uma rede de pesca.

Backstage – em inglês back significa atrás e stage significa palco, logo ... atrás do palco, camarim, onde ficam modelos, araras com as roupas que serão desfiladas, agentes, jornalistas ...

Baguete – tipo de bolsa retangular e fechada por grande fivela e que se carrega debaixo do braço.




Balonê – vestido, short ou saias que são franzidos na cintura formando um balão e que se fecha em direção à barra da roupa. Popular nas décadas de 50 e 80.

Baquelite – uma resina que foi muito usada em bijuterias ( pulseiras, broches,fivelas ...) nos anos 20. Existe em várias cores.Peças de bijuterias com esse material podem ser encontradas em brechós.

Barbatana – haste que pode ser removível e que serve para sustentar roupas como corpetes e vestidos tomara-que-caia.

Cache-coeur – decote que é cruzado como fosse envelope. Usado em vestidos e blusas.

Calça Capri – calça feminina com comprimento na altura do tornozelo bastante usada nos anos 50. recebeu esse nome em homenagem a Ilha de Capri ( balneário italiano ) onde as mulheres usavam esse estilo de calça.

Cânhamo – é do cânhamo ( herbácea da família da Cannabis Saativa) popularmente conhecida como maconha que esse tecido é feito. A extração das fibras dessa planta que é parecida com a do linho são usadas em calçados, cortinas, cordas, lonas ...

Canutilho – miçanga de forma alongada com brilhos para enfeites do vestuário feminino e em fantasias.

Cool – o que está no auge da moda, mas com um resquísio de minimalismo.

Drapeado – efeito produzido por dobras e pregas de um tecido. Usado em blusas, vestidos e saias.

Déjà-vu – algo já visto

Dry-fit – tecido com poliamida e elastano, que proporciona um caimento seco.

Desconstruído – roupa que é desmanchada e refeita, fugindo dos padrões originais.

Elizabetano – estilo da moda referente à época da Rainha Elizabeth I (ápice da Renascença).

Engana-mamãe – maiô inteiriço na frente, mas as laterais recortadas. Quem olha de costas parece que a pessoa está usando um biquíni.

Estola – peça retangular que cobre os ombros e a parte das costas. Pode ser feita de peles de animais, tecidos nobres como crepe, seda e musselina.




Evasê – modelagem bastante usada nos anos 30 com leve abertura em direção a barra. É comum em vestido e saias.

Fashionista – todos que amam e trabalham no universo da moda.

Frente-única – tipo de decote ou vestido aberto nas costas, com alça que se sustentam no pescoço.

Fuxico – pedaço de tecido em círculo franzido feito com retalhos.

Hi-lo – mistura de sofisticado e despojado

In – termo muito usado nos anos 80 para designar tudo aquilo que está na moda.

Kitsh – Objeto de gosto discutível, duvidoso, pela ótica da arte moderna.

Liberty – estampas de flores em buquês, antiguinho

Low-profile – um estilo mais discreto.

Minimalista – vem da Arte, onde um traço poderia significar uma obra-prima. Na moda significa menos em tudo. A roupa é seca, cor neutra.

Moulage – é quando o tecido é montado e ajustado diretamente no manequim do atelier. Faz-se o molde um morim ou no próprio tecido da roupa definitiva.

Multimarcas – loja que vende roupas de várias marcas.

Must-have – aquilo que você tem-que-ter.

Nude – significa nu. Tons que se assemelham a cor da pele como bege, areia, rosa claro.

Over-size – acima do tamanho. Roupa largona.

Patchwork – diferentes retalhos de tecidos costurados entre si.

Pit – lugar onde ficam os fotógrafos em um desfile.





Retrô – peças que foram produzidas recentemente, modelos novos inspirados no que é antigo .

Revival – reviver, renascimento de um estilo antigo.

Risca-de-giz – padronagem de tecido. São riscas muito finas e claras, sobre tecido escuro. Muito usado em alfaiataria.

Streetwear – moda de rua, bem confortável.

Trash – lixo. São roupas com caras de velhas, desgatadas com aspecto pesado.

Trench-coat – mantô impermeável, capa, usado pelos avciadores ingleses. Confeccionado em gabardine e de estilo masculino, clássico.

2 comentários:

Jorge Silpem disse...

Uma aula de moda! Precisa mais?
Vou preparar minha apostilinha...kkkkkkkk.
Thanks!!!

Eda Cristina disse...

Amei esta matéria...
Já sou uma seguidora...
bjs